Sobre o programa

A unidade da Klabin localizada em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, sempre teve vocação para a educação ambiental. A equipe de Qualidade e Meio Ambiente desenvolvia com frequência ações socioambientais de impacto para a comunidade e, em 2018, o desejo de ampliar a atuação nessa área ganhou força. Naquele ano, a promoção de trabalhos voltados à reciclagem e à temática de resíduos sólidos, em parceria com as Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Educação, aproximou ainda mais a empresa do poder público. O laço de confiança criado permitiu que, em 2021, o Programa Klabin Caiubi se aliasse ao Programa de Educação para a Sustentabilidade da Cidade (PESC), da Secretaria Municipal de Educação (SMED).

As primeiras capacitações do Programa Klabin Caiubi tiveram como ponto de partida a live “Por Uma Educação Lixo Zero”, promovida pela SMED em seu canal no YouTube, no dia 1º de junho de 2021.
 

Responsive Image
Responsive Image

Abrangência

No Rio Grande do Sul, o Programa Klabin Caiubi apoia educadores de 53 escolas da rede municipal de ensino de São Leopoldo.

Como funciona

O planejamento é que as formações ocorram anualmente. Em respeito aos protocolos de prevenção à Covid-19, a primeira edição do Programa foi feita de forma remota, com capacitações on-line e lives. O formato é novo, mas a proposta segue a mesma linha dos demais estados: atuar na formação de educadores por meio de atividades teóricas e práticas para que eles se sintam seguros e preparados para desenvolverem projetos socioambientais com seus alunos. Os aprendizados não ficam restritos aos estudantes, que passam a atuar como multiplicadores de boas práticas.

Diferenciais 

O Programa Klabin Caiubi em São Leopoldo conta com duas importantes parceiras. Uma delas é a Secretaria Municipal de Educação, responsável pelo Programa de Educação para a Sustentabilidade na Cidade (PESC). Ele incentiva professores e alunos a atuarem em prol da sustentabilidade em suas comunidades e, portanto, encontra no Programa Klabin Caiubi um ótimo companheiro de trabalho. Com o PESC, o governo local pretende contribuir com a qualidade de vida urbana e fazer de São Leopoldo uma cidade mais sustentável. Outra parceira fundamental é a consultoria Apoena Socioambiental, que está comprometida em criar pontes, valorizar e engajar pessoas em ações inovadoras de sustentabilidade.

Resultados

sao-leopoldo

116 educadores capacitados

53 escolas atendidas

4.640 estudantes beneficiados

Depoimentos

“Nossa união com o Programa Klabin Caiubi está alinhada aos ODS, principalmente com o objetivo 17, que incentiva o compartilhamento de conhecimento, expertise e outros recursos em prol da educação para a sustentabilidade. Outro ponto de destaque é o conteúdo trabalhado, que pode ser adaptado por educadores e educadoras às suas rotinas escolares. Essa é uma das formas de respeitar os diversos territórios existentes na cidade de São Leopoldo.”.

Sandra Lilian Silveira Grohe
Formadora do Núcleo de Tecnologia Municipal (NTM) da Secretaria Municipal de São Leopoldo e Coordenadora do PESC.

“O trabalho da educação ambiental é contínuo. Por isso, temos sempre que estar formando as próximas gerações. Quando conhecemos o Programa Caiubi, vimos a oportunidade de transformá-lo em um módulo do Programa de Educação para a Sustentabilidade da Cidade (PESC). Já na estreia, aprovamos a parceria. Trouxemos para a realidade dos educadores conceitos sobre resíduos e mostramos como era possível colocá-los em prática.”.

Vitória Regina Casagrande Viel
Professora de Ciência, Formadora do Núcleo de Tecnologia Municipal (NTM) da Secretaria Municipal de São Leopoldo e Coordenadora do PESC.